Restrições material pulveroso

  • Desde 30 de junho de 2018, o Departamento de Segurança Interna Americano, através de sua agência (TSA), restringiu, aos passageiros com destino aos Estados Unidos, o transporte de produtos em pó.
  • Os passageiros poderão transportar, como parte de sua bagagem de mão, produtos em pó em recipientes que não ultrapassem a quantidade de 350ml (12oz).
  • Os produtos em pó em quantidades superiores à estipulada, deverão ser transportados como bagagem despachada.

Como método de prevenção e pensando na segurança de todos, a bagagem transportada no compartimento de carga e a sua bagagem de mão, serão revistadas pelos agentes de segurança no aeroporto. Se você tem alguma dúvida sobre os itens que pode levar, orientamos verificar quais são restrições e as exceções para artigos especiais.

O que você não pode levar como bagagem de mão?

*Armas de fogo de todo tipo (inclusive, réplicas e armas de brinquedo) ou outros dispositivos que disparem projéteis, dispositivos de eletrochoque, líquidos, géis, aerossóis, spray de pimenta, e objetos pontiagudos ou cortantes, como: facas, estiletes; lâminas de barbear, excluindo aparelho de barbear em cartucho; lixas, tesouras; ferramentas de mão de obra ou pinças; tacos de beisebol e tacos de sinuca.

*A empresa aérea deve ser comunicada sobre o transporte do item.

Animais, plantas e seus derivados

Para impedir a introdução de agentes nocivos/pragas e de agentes animais portadores de doenças, as autoridades federais restringem o ingresso de animais, plantas, sementes, produtos agrotóxicos e de determinados alimentos, sem a prévia autorização de importação e certificação sanitária.

Líquidos, géis e aerossóis

Para voos internacionais, em virtude das medidas adicionais de segurança, alguns países restringem o ingresso de passageiros portando líquidos, géis, cremes ou aerossóis a bordo da aeronave como bagagem de mão.

Assim, para transportar tais itens (exemplo: perfume, gel, creme corporal, desodorante em bastão, protetor labial e/ou creme dental), é preciso que cada frasco contenha no máximo até 100 ml, acomodados em uma embalagem plástica transparente, que possa ser fechada, ao mesmo tempo que, permita verificar seu conteúdo, e o total dos itens não ultrapasse capacidade máxima de 1 (um) litro Importante lembrar que cada passageiro pode levar no máximo uma embalagem.

O transporte de bebida alcóolica é autorizado, no entanto, deve-se atentar que para os voos nacionais e internacionais a partir do Brasil, o máximo permitido é de 1 (um) litro por garrafa, sendo que, em voo internacional apenas como bagagem despachada.

Você pode levar um máximo de 5 (cinco) litros de bebidas alcoólicas, incluindo sua bagagem de mão e despachada, desde que as bebidas não ultrapassem a graduação alcoólica de 70% e que as autoridades locais o permitam.

EXCEÇÃO:

O transporte de líquidos com mais de 100 (ml) será permitido apenas nos seguintes casos:

Remédios: recomendamos que você leve as receitas médicas que certifiquem a necessidade de uso durante sua viagem, considerando as horas de voo e conexões.

Alimentos infantis: sempre que você viajar com bebês ou crianças.

Alimentos dietéticos: para seu uso durante o voo e em quantidade condizente com o tempo de duração da viagem. Nesse caso, é possível que você precise demonstrar sua autenticidade.

Itens proibidos e/ou perigosos

Para garantir a segurança do voo, não é permitido levar no avião itens como: Líquidos inflamáveis, alvejantes, explosivos, venenos, ácidos, gás comprimido, skates elétricos (hoverboards, monociclos, mini-segways etc) alimentados com baterias de íons de lítio, isqueiros, em todos os voos LATAM.

Se você levar algum desses itens sem declarar, poderá cometer infração às regulamentações da aviação civil.

Você tem alguma dúvida sobre algum item específico?

Veja a lista completa de artigos proibidos publicada pelo Departamento de Segurança Nacional (DHS) dos Estados Unidos:

Transportation Security Administration (disponível em inglês).

O que não pode ser levado como bagagem de mão?

*Armas de fogo de todo tipo (inclusive, réplicas e armas de brinquedo) ou outros dispositivos que disparem projéteis; dispositivos de eletrochoque; líquidos; géis; aerossóis; spray de pimenta; e objetos pontiagudos ou cortantes, como: facas, estiletes; lâminas de barbear, excluindo aparelho de barbear em cartucho; lixas, tesouras; ferramentas de mão de obra ou pinças; tacos de beisebol e tacos de sinuca.

 *A empresa aérea deve ser comunicada sobre o transporte do item.

Armas de fogo

Em viagens domésticas dentro do Brasil, para transportar sua arma de fogo você deverá levá-la descarregada, armazenada em estojo trancado, apropriado para transporte e separada da sua bagagem despachada. O estojo será mantido durante toda a extensão do voo no cofre, localizado dentro do compartimento de carga da aeronave.

Para que possa viajar levando sua arma de fogo, você deverá comparecer ao aeroporto de origem, pelo menos 2 horas antes, do horário de saída do seu voo e procurar uma representação da Polícia Federal ou, na sua ausência, órgão de segurança pública responsável pela atividade de polícia. Lá, sua documentação será verificada, bem como o cumprimento dos procedimentos de segurança. Só então você poderá realizar o despacho no balcão de atendimento. O descumprimento de quaisquer dessas determinações poderá incorrer em infrações à regulamentação da aviação civil brasileira.

Em viagens que envolvam outras companhias aéreas, bem como destinos internacionais, você deverá entrar e contato com a empresa e respectivas autoridades para se informar a respeito das condições e regulamentações específicas sobre o transporte de armas de fogo.

Em viagens que tenham conexões com a American Airlines, o transporte de armas de fogo é proibido, devido às restrições da empresa.

O transporte de líquidos com mais de 100 (ml) é permitido apenas nos seguintes casos:

Remédios: recomendamos que você leve as receitas médicas que certifiquem a necessidade de uso durante sua viagem, considerando as horas de voo e conexões.

Alimentos infantis: sempre que você viajar com bebês ou crianças.

Alimentos dietéticos: para seu uso durante o voo e em quantidade condizente com o tempo de duração da viagem. Nesse caso, é possível que você precise demonstrar sua autenticidade.

Restrição smart bags

Você pode transportar "smart bags" (mala inteligente) se a bateria for removível.

Por questões de segurança, a bateria deverá ser retirada antes do seu embarque. 

No caso de a sua bagagem inteligente não atender esse requisito, será necessário verificar se a bateria contém no máximo 0,3g de metal lítio ou 2,7 W/h. Se esses valores forem superiores, você não poderá viajar com a mala e a LATAM não se responsabilizará pela guarda.

Posso levar compras do Duty Free?

Em viagens internacionais com escalas só é possível comprar no último aeroporto ou a bordo do último voo, antes de chegar a seu destino.

As compras em Duty Free no Brasil somente poderão exceder a quantidade de 5 (cinco) garrafas de 1 (um) litro cada, quando a compra for realizada no destino final. No entanto, quando houver conexão deve-se respeitar a limitação de 5 (cinco) garrafas de até 1 (um) litro cada, por passageiro.

Se você tem conexão na Europa ou nos Estados Unidos, pode comprar em qualquer trecho da viagem ou a bordo do avião. Mas é importante pedir e guardar o recibo, que deve acompanhar os produtos comprados em uma sacola transparente, selada e com número de série. O recibo é usado para comprovar que a compra foi feita em um período não superior às 48 horas antes do voo.

Na América do Norte o transporte de líquidos acima de 100 ml, mesmo quando adquiridos no Duty Free, só pode ser feito quando estiverem em envases transparentes, translúcidos ou coloridos. Envases metálicos ou opacos só poderão ser transportados no compartimento de carga (bagagem despachada).

Em alguns países, as compras no Duty Free de aeroportos são permitidas apenas se os produtos são entregues ao passageiro na porta do avião.

Compras no Duty Free e conexão em aeroportos brasileiros

A partir de 01 de junho de 2020, por restrição de segurança, o passageiro proveniente de voo internacional utilizando o Brasil como ponto de conexão, a outro destino internacional, não poderá transportar como bagagem de mão, itens como líquidos, géis ou cremes em quantidade superior a 100ml, e que não estejam em conformidade (bolsa plástica transparente) ainda que, adquiridos em lojas Duty Free fora do Brasil.

Quando identificado pelo agente de segurança, no canal de inspeção, o transporte de tais itens acima do limite ou não acomodados em bolsa plástica, o acesso à sala de embarque será negado. Ou seja, o passageiro terá seu acesso à sala de embarque condicionado ao descarte do(s) item(ns) que estiverem fora do padrão definido pela autoridade ou seu despacho, quando possível.

Excetua-se a esta medida os artigos medicamentosos com a devida prescrição médica, alimentação de bebês e líquidos de dietas especiais na quantidade necessária a ser utilizada durante o período do voo, incluindo escalas e conexões.

Em quais rotas esta norma é aplicada?

Se estiver embarcando em algum desses países:
 

  • EUA
  • República Dominicana
  • Cuba
  • México
  • Austrália
  • Nova Zelândia
  • Europa
  • Uruguai
  • Peru (apenas voos internacionais) *
  • Brasil
  • Colômbia
  • Equador (apenas voos internacionais)
  • Chile com destino aos EUA ou Austrália

Se viaja com o destino final em algum desses países:
 

  • EUA
  • Austrália
  • Nova Zelândia

Se viaja por, em conexão ou em trânsito em algum desses países:
 

  • EUA
  • República Dominicana
  • Cuba
  • México
  • Austrália
  • Nova Zelândia
  • Europa
  • Uruguai
  • Brasil
  • Colômbia
  • Equador (apenas voos internacionais)
  • Chile com destino aos EUA e Austrália.

* Peru: Para os passageiros com destino ao Peru, a restrição de líquidos só é aplicável aos originários do Chile nos voos LA530 e LA600, que passam por revisão de líquidos em SCL.