Como regra geral, se você vai viajar para fora do Brasil a turismo ou por negócios, deverá apresentar um documento (passaporte ou documento de identidade) válido e visto (quando requerido). Ainda que você apresente a documentação padrão, a autoridade migratória de cada país poderá solicitar documentos adicionais.

Por isso, recomendamos que você verifique, com antecedência, qual é a exigência de cada país conforme o tipo de viagem (turismo, negócios etc.), assim como a duração e a sua nacionalidade. Para fazer isso, procure o Consulado ou o serviço consular da Embaixada do país ou consulte a página da IATA (em inglês). É importante ter em mente que, mesmo apresentando toda a documentação necessária, a entrada no país estará sujeita à aprovação das autoridades locais.

As exigências e documentação exigida para entrada em países estrangeiros pode ser alterada sem prévio aviso. Fizemos uma lista com algumas orientações para auxiliar você no momento de consultar as informações no Consulado ou Embaixada.

  • Documento válido e em bom estado: para ingressar em outro país é obrigatório apresentar um documento válido e aceito pelas autoridades locais. Dependendo do destino pode ser exigido RG ou passaporte. O documento deve estar em bom estado.

  • Validade do passaporte: muitos países recomendam ou exigem que o passaporte esteja válido por um determinado período de tempo após a data de ingresso em seu território.

  • Visto: alguns países não exigem visto, outros exigem que o visto seja físico e tenha sido emitido com determinada antecedência em relação à chegada ao país, outros ainda disponibilizam visto eletrônico, exigem visto dependendo do tempo de permanência, solicitam visto de trânsito ou emitem o visto na entrada em seu território.

  • Passagem de retorno ou para outro destino: poderá ser exigido, dependendo do país visitado, que o viajante apresente passagem para retornar ao país de origem ou para seguir viagem para outro destino.

  • Certificado de vacina: alguns países exigem que turistas sejam imunes a determinadas doenças por meio de vacinas. Este tipo de comprovação deve ser feita pelo Certificado Internacional de Vacinação.

  • Fundos suficientes para o período de permanência no país: ao chegar ao país pode ser necessário comprovar que o turista dispõe de dinheiro para custear sua estadia.

  • Seguro viagem: além de ser uma segurança para o viajante em caso de alguma enfermidade ou incidente, o seguro pode ser exigido pelo país de destino.

  • Documento e autorização de viagem para criança: crianças menores de idade, viajando acompanhadas ou desacompanhadas de um adulto, podem precisar apresentar documentos diferentes das pessoas maiores de idade, além de portar autorização de viagem.

Os itens descritos são apenas uma referência para que você confirme se o país de destino de sua viagem os exige. Não se trata de uma regra para todas as viagens.

Visto para brasileiros viajando para Cuba

Cidadãos brasileiros precisam de visto de turista para entrar em Cuba. Você deverá providenciar o documento antes do seu embarque, ainda no Brasil, para voos com destino final em Cuba.

Nossa orientação é a de que você obtenha o visto com antecedência em relação ao seu voo. Para garantir a sua segurança e a de nossos passageiros, quem não apresentar o visto no momento do embarque não poderá seguir viagem para Cuba.

Para informações sobre como obter o visto cubano, entre em contato com antecedência com os consulados-gerais de Cuba em Manaus (AM), Salvador (BA) ou São Paulo (SP) ou, ainda, no setor consular da Embaixada de Cuba em Brasília (DF).