Queremos proporcionar segurança e conforto a bebês, crianças e seus familiares durante a viagem. Para os menores temos à disposição refeições especiais, além do serviço de menor desacompanhado e opções de entretenimento para amenizar as horas de voo.

Crianças podem viajar sozinhas ou acompanhadas de um adulto responsável, dependendo da idade.

  • Crianças entre 2 e 4 anos devem sempre viajar acompanhadas de uma pessoa maior de 18 anos.
  • Crianças entre 5 e 11 anos podem viajar sozinhas apenas no programa Menor Desacompanhado.
  • Adolescentes entre 12 e 17 anos podem viajar sozinhos. Se você preferir, pode contratar o serviço de Menor Desacompanhado.

Você está viajando com um recém-nascido?

Para viajar com um bebê recém-nascido (entre 1 e 7 dias de idade), é preciso apresentar autorização médica para o bebê e para a mãe que viaja.

Você está viajando com crianças menores de 2 anos?

  • Na cabine econômica, você pode dividir o assento com uma criança, que paga uma porcentagem da tarifa do adulto, além de taxas de embarque e impostos. Se seu voo é dentro do Brasil ou do Chile, a criança paga apenas as taxas de embarque e os impostos.
  • Se você está viajando sozinho com dois bebês (até 2 anos), precisa reservar um assento adicional para garantir sua segurança durante o voo, pagando tarifa de criança.
  • Se a criança viaja em um assento próprio, você precisará ter uma cadeira certificada para uso em avião ou um dispositivo de segurança ACSD (Aviation Child Safety Devices) para crianças com peso entre 10 kg e 20 kg. O valor da passagem em cabine econômica terá o desconto de criança e em cabine executiva será igual a do adulto. Esta compra deverá ser feita na Central de Vendas, Fidelidade e Serviços ou nas lojas LATAM.
  • Se você viaja com bebês ou crianças na Premium Business, eles não poderão viajar no colo. Por isso, será necessário pagar a tarifa cheia, sem desconto.

Se o bebê completa 2 anos de idade durante a viagem, você pode:

  • Reservar o assento de uma criança para os dois voos (ida e volta) ou
  • Levá-lo com você na ida, dividindo o assento, e comprar um assento para a criança para o voo de volta.

Veja algumas dicas para facilitar e garantir uma viagem mais tranquila para o bebê ou a criança.
 

Documentos necessários

Viagens nacionais (dentro do Brasi)

Crianças de 0 até 11 anos, viajando acompanhadas de um adulto ou menor de idade emancipado sem parentesco precisam apresentar uma autorização de viagem, além da certidão de nascimento ou documento de identificação.

Adolescentes com idade a partir de 12 anos não precisam apresentar a autorização de viagem, mesmo quando viajam acompanhados de um adulto ou menor de idade emancipado sem parentesco, sendo necessário apenas a certidão de nascimento ou documento de identificação.

 

  • Judicial: emitida por juízes e pode estar no formato de ofício, carteirinha, formulário ou outros. Se o documento não estiver com validade definida, poderá ser usado por 24 meses a partir da data de emissão.

  • Consular: emitida nas embaixadas e consulados brasileiros no exterior, utilizada por famílias residentes fora do Brasil. Se o documento não estiver com validade definida pelo embaixador/cônsul, poderá ser usado por 24 meses a partir da data de emissão.
 

Viagens internacionais

Crianças e adolescentes de 0 até 17 anos podem viajar apresentando o passaporte válido (caso o país de destino exija, será necessário também apresentar o visto válido) ou o documento de identidade quando o destino da viagem for para um país da América do Sul.

Caso viagem acompanhadas de apenas um dos pais, parente de até 3º grau ou de um adulto ou menor de idade emancipado sem parentesco, será necessário apresentar uma autorização de viagem.

Importante: caso não conste no passaporte os nomes dos pais, será necessário comprovar o parentesco através de outro documento.

 

  • Cartório: documento com firma reconhecida em cartório. É necessário providenciar duas vias, pois uma fica com o agente de fiscalização da Polícia Federal e a outra com a criança. Se o documento não estiver com validade definida, poderá ser usado por 24 meses a partir da data de emissão.

  • Judicial: emitida por juízes e pode estar no formato de ofício, carteirinha, formulário ou outros. Se o documento não estiver com validade definida, poderá ser usado por 24 meses a partir da data de emissão.

  • Consular: emitida nas embaixadas e consulados brasileiros no exterior, utilizada por famílias residentes fora do Brasil. Se o documento não estiver com validade definida pelo embaixador/cônsul, poderá ser usado por 24 meses a partir da data de emissão.

 

As orientações acima são válidas apenas para os voos LATAM Airlines Brasil.

Encontre mais informações sobre como viajar com crianças e adolescentes acompanhados dos pais ou desacompanhados, na cartilha Viagem de criança e adolescente ao exterior, fornecida pelo Conselho Nacional de Justiça.