Necessidades especiais

Passageiros com necessidades especiais, viajando com a gente, contam com apoio durante todo o percurso. Para que possamos atendê-los da melhor forma possível, precisamos ser informados com antecedência sobre sua necessidade especial e quando será sua viagem.

Para que sua viagem ocorra com comodidade e segurança, solicitamos ser informados através de nossa central de atendimento, qual auxílio que você necessita e a data de sua viagem. Em alguns casos, poderá ser necessário o envio de documento médico para análise.

Listamos as necessidades especiais que atendemos para você saber como proceder em cada caso.

 

Passageiros com deficiência física, sensorial ou cognitiva

Fornecemos toda assistência necessária nos processos de embarque, trânsito e desembarque. Para tornar sua viagem mais agradável, você conta com as seguintes facilidades:

  • O seu check-in pode ser feito em nosso balcão preferencial
  • O seu embarque no avião ocorre com prioridade
  • Você recebe sua bagagem antes dos demais passageiros

Você pode levar sua cadeira de rodas ou solicitar uma em caso de necessidade.

Você não precisa viajar acompanhado se pode compreender as instruções de segurança de voo, se tem autonomia para executar suas necessidades básicas e possui perfeito estado mental.

Como devo comunicar a minha necessidade especial e viagem?

Nos informe pela nossa Central de Atendimento até 48 horas antes da partida do seu voo.

 

Passageiros idosos ou com mobilidade reduzida

Para que sua viagem seja mais fácil, oferecemos o serviço de assistência gratuitamente. Nos aeroportos fora do Brasil nossos funcionários fornecem toda a orientação necessária durante a sua viagem, nos aeroportos brasileiros auxiliamos com as seguintes facilidades:

  • Orientamos você em todas as etapas da viagem
  • O seu check-in pode ser feito em nosso balcão preferencial
  • O seu embarque no avião ocorre com prioridade
  • Na conexão da sua viagem conduzimos você até a porta de embarque do voo seguinte
  • A bordo, nos preocupamos para que você chegue sem problemas até seu assento
  • No desembarque, informamos como realizar trâmites na imigração ou alfândega

Como devo comunicar a minha necessidade especial e viagem?

Nos informe pela nossa Central de Atendimento até 24 horas antes da partida do seu voo.

 

Acompanhante do passageiro com necessidades especiais

Para garantir o conforto e a segurança dos voos, devem viajar acompanhados passageiros que não podem compreender instruções de segurança por impedimento mental ou intelectual ou que não podem atender às próprias necessidades fisiológicas e de alimentação sem assistência. Oferecemos um desconto de 80% para acompanhantes de passageiros com necessidades especiais.

O acompanhante precisa ser maior de 18 anos e deve poder assistir o passageiro com necessidades especiais durante todo o voo. Para que possa auxiliá-lo sempre que necessário, será acomodado no assento ao lado.

Como eu faço para obter o desconto?

O desconto é concedido apenas após análise do nosso departamento médico. Se a necessidade de acompanhamento for confirmada, o desconto de 80% será aplicado tendo como base a tarifa paga pelo passageiro com necessidades especiais (taxas de embarque são cobradas normalmente).

Veja como proceder

1. Compre o bilhete do passageiro com necessidades especiais e faça a reserva do acompanhante junto à passagem principal em uma loja LATAM nos aeroportos ou na nossa Central de Atendimento. No site você pode comprar a passagem, mas sem efetuar a reserva do acompanhante.

2. Solicite ao médico responsável pelo passageiro com necessidades especiais que forneça uma declaração médica ou preencha, assine e carimbe o formulário MEDIF.

3. A declaração médica ou o formulário MEDIF precisa ser enviado até 48 horas antes da saída do voo pelo e-mail medif@tam.com.br, com “Desconto para acompanhante” e o nome do passageiro no campo “Assunto”.

4. O pedido será analisado por nossa equipe médica.

5. Você receberá a resposta por e-mail após a conclusão da análise. Se o desconto for autorizado, nossa equipe entrará em contato para orientar sobre as demais emissões. É importante que o acompanhante adquira a passagem com desconto somente após a confirmação da autorização.

6. No dia do voo, recomendamos que passageiro e acompanhante cheguem ao aeroporto com antecedência mínima de uma hora antes do voo, para viagens domésticas, e duas horas antes, para trechos internacionais.

7. O documento MEDIF deverá ser apresentado no balcão de atendimento junto aos demais documentos necessários para a viagem.

Importante

- Por motivos de segurança e de saúde, seu embarque poderá ser negado.
- Se o passageiro desistir da viagem devido à negativa do desconto do acompanhante, o reembolso será concedido de forma integral.

Compra com pontos LATAM Fidelidade

Se você quiser adquirir a passagem utilizando pontos LATAM Fidelidade como forma de pagamento, o desconto do acompanhante terá como base a menor tarifa disponível no momento da compra, para pagamento em cartão de crédito, cartão de débito ou espécie. Nesse caso, o preço da passagem e o lugar no voo não serão garantidos até o momento da compra da passagem, o que só poderá ser feito após a aprovação da declaração médica ou MEDIF.

Se não houver disponibilidade no momento da compra, a passagem do passageiro com necessidades especiais deverá ser remarcada para outro voo, sem ônus.

Para mais informações, contate a Central de Atendimento.

 

Passageiros frequentes com condições clinicas estáveis (FREMEC)

Para facilitar as viagens dos passageiros com condições clínicas estáveis, ​​que voam regularmente em nossas aeronaves, foi desenvolvido o Programa Médico de passageiro frequente (FREMEC - Frequent Travellers Medical Card).

Pessoas portadoras de doenças crônicas estáveis como paralisia cerebral, tetraplegia, paraplegia, síndrome de down, entre outras, podem solicitar o cartão.

Passageiros com doença degenerativa progressiva ou com potencias recaídas como esclerose lateral amiotrófica, doença pulmonar obstrutiva crônica, acidente vascular cerebral, artrite reumatoide, insuficiência cardíaca, infarto agudo do miocárdio, entre outras, não podem participar do programa.

Como eu faço para participar do Programa Médico de Passageiro Frequente (FREMEC)?

Se você acredita que seu estado de saúde possibilita utilizar o programa, nos envie o formulário FREMEC e solicite que o seu médico assine e carimbe, e envie por e-mail para nosso departamento de saúde aeroespacial: fremec@tam.com.br.

Com os seus dados médicos, nosso departamento de saúde aeroespacial irá analisar se você pode utilizar o cartão. A resposta será encaminhada por e-mail.

Tendo o cartão FREMEC eu preciso informar que irei viajar?

Sim. Para que possamos coordenar sua viagem conforme as suas necessidades médicas, nos envie o código da sua reserva e seu número FREMEC para o e-mail fremec@tam.com.br com uma antecedência mínima de 48 horas do horário de partida do voo.

Formulário FREMEC

Passageiros com mobilidade reduzida que utilizam ou necessitam de cadeira de rodas ou fazem uso de bengalas e outros artigos ortopédicos

 

Veja mais


Passageiros que viajam com a sua própria cadeira de rodas

Desde a sua chegada ao check-in até o momento do desembarque, nossos funcionários estão disponíveis para auxilia-lo.

Sua cadeira pode ser transportada sem custo, independente da bagagem que irá transportar.

Se estou viajando com a minha própria cadeira de rodas preciso comunicar que vou viajar?

Sim. Nos informe pela nossa Central de Atendimento ou lojas LATAM até 48 horas antes da partida do seu voo, para estarmos preparados para auxilia-lo.


Passageiros que precisam de uma cadeira de rodas no aeroporto

Disponibilizamos nos aeroportos cadeira de rodas para os passageiros que precisam utiliza-la durante a viagem. Além de fornecermos a cadeira auxiliamos os passageiros com o traslado desde a chegada ao check-in até o momento do desembarque.

Tenho que informar que preciso de uma cadeira de rodas?

Sim. Nos informe pela nossa Central de Atendimento ou lojas LATAM até 48 horas antes da partida do seu voo, para providenciarmos a cadeira de rodas para sua chegada.


Bengalas e outros artigos ortopédicos

Se você faz uso de algum item que te auxilia em sua mobilidade, como bengalas, muletas, próteses, entre outros, será possível transporta-los em sua viagem.

Estes artigos podem ser transportados e são considerados parte da franquia de bagagem. Caso o seu artigo ultrapasse o limite de peso e medida da bagagem, você poderá transporta-lo como excesso de bagagem, e terá 80% de desconto no valor.

Tenho que informar que estou viajando com a minha bengala ou outro artigo ortopédico?

Sim. Nos informe pela nossa Central de Atendimento ou lojas LATAM até 24 horas antes da partida do seu voo as medidas e peso dos itens para deixarmos o seu processo de check-in mais rápido.

Concentrador de oxigênio (POC) e aparelho respiratório para apneia do sono (CPAP)

 

Veja mais


Concentrador de oxigênio (POC)

Você pode viajar com o seu Concentrador de Oxigênio Portátil (POC) sem qualquer custo adicional, independente da bagagem que esteja levando.

Veja quais são as marcas e modelos permitidos pela Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA):

(*) O uso desses modelos de POC a bordo é permitido apenas nas classes Econômica e Premium Economy.

Conheça as condições para uso do POC

Você deve ser capaz de ouvir os alarmes sonoros que o POC emitir, bem como de ver os indicadores e de reagir de acordo com os mesmos ou viajar com um acompanhante que seja capaz disso.

As baterias do POC precisam ter autonomia de 150% do tempo de voo, incluindo escalas e conexões. Recomendamos o transporte de baterias extras na cabine, pois os aviões não dispõem de tomadas a bordo para uso ou recarga do equipamento. Além disso, devem estar em boas condições e precisam ser embaladas individualmente de forma a evitar o contato entre elas. O POC e as baterias devem ser providenciados pelo usuário.

É importante saber que os equipamentos concentradores de ar reduzem sua capacidade de fluxo com a pressurização da cabine, e com isso não costumam ultrapassar 2L por minuto.

O POC deve poder caber debaixo do assento dianteiro - por razões de segurança, não é permitido levá-lo na primeira fila ou nas saídas de emergência do avião.

O aparelho pode ser utilizado em viagens operadas pela LATAM. Em voos combinados da LATAM com outras companhias aéreas (codeshare), as políticas aplicáveis são as da outra empresa. Se você precisa de mais informações, revise os sites dessas companhias.

Se você viaja com um POC, não poderá viajar com cachorro ou gato na cabine.

Se por alguma razão você não atender os requerimentos solicitados para embarque com POC, manteremos as condições de troca e devolução de sua passagem LATAM.

Como eu devo proceder para poder viajar com o meu concentrador de oxigênio?

Solicite ao seu médico que forneça uma declaração médica ou preencha o formulário MEDIF com a explicação das condições de uso do aparelho e seu estado de saúde, além de assinar e carimbar o documento.

Envie o documento entre 10 dias até 72 horas antes da saída do seu voo para o nosso departamento de saúde aeroespacial através do e-mail medif@tam.com.br, para avaliarmos a necessidade e possibilidade de você utilizar o aparelho durante a viagem.

 

 

Aparelhos respiratórios para apneia do sono (CPAP)

Passageiro portador de doença respiratória, ou que utiliza concentrador de oxigênio, pode fazer uso do seu próprio aparelho em nossos voos. Veja como proceder para utiliza-lo em sua viagem.

Conheça as condições para uso do CPAP ou BiPAP

A etiqueta de seu CPAP ou BiPAP deve indicar que o aparelho está desenhado para ser utilizado em voos e que não ultrapassa os níveis de interferência em radiofrequência. No caso de não ter a etiqueta com essas informações, você ainda poderá levar o equipamento na cabine, mas não poderá usá-lo a bordo do avião.

Se você vai usar seu CPAP ou BiPAP durante o voo, deve ter baterias suficientes para que funcione de forma autônoma.

Dependendo do tamanho do CPAP ou BiPAP, você poderá colocá-lo debaixo do assento dianteiro. Por isso, sugerimos que você utilize qualquer assento que tenha espaço em frente, o que exclui os assentos na primeira fila e as saídas de emergência.

O CPAP ou BiPAP pode ser transportado sem custos adicionais na cabine, uma vez que é considerado um dispositivo de assistência.

Como eu devo proceder para poder viajar com o meu aparelho CPAP ou BiPAP?

Solicite ao seu médico que forneça uma declaração médica ou preencha o formulário MEDIF com a explicação das condições de uso do aparelho e seu estado de saúde, além de assinar e carimbar o documento.

Envie o documento entre 10 dias até 72 horas antes da saída do seu voo para o nosso departamento de saúde aeroespacial através do e-mail medif@tam.com.br, para avaliarmos a necessidade e possibilidade de você utilizar o aparelho durante a viagem.

Transporte de cão-guia ou cachorro de assistência emocional

 

Veja mais

 

Transporte de cão-guia

Você pode viajar com o seu cão-guia na cabine do avião sem qualquer custo adicional, desde que tenha alguma deficiência sensorial, problemas de equilíbrio, diabetes ou epilepsia. O transporte do animal é permitido em todas as nossas rotas, com exceção das que têm como destino as Ilhas Galápagos, em virtude de regulações locais. Veja como proceder para viajar com o seu cão-guia.

Conheça as condições para viajar com um cão-guia

Seu cão deve estar usando coleira ou arnês no momento da viagem.

Em voos saindo do Brasil não é permitido que o cão-guia utilize focinheira, mas em todos os outros voos operados pela LATAM o uso da focinheira é obrigatório durante toda a viagem, desta maneira recomendamos que sempre que você viajar com o cão-guia leve uma focinheira.

Seu cachorro deve usar um distintivo oficial que o identifique como cão-guia, além de ter a documentação sanitária em dia.

O cachorro deve viajar aos seus pés ou debaixo do assento, sem obstruir corredores ou saídas de emergência.

Durante o voo, você deve assegurar que seu cachorro seja obediente e tenha um bom comportamento. Se o cão apresentar um comportamento agressivo, você terá a opção de levá-lo no compartimento de carga do avião, desde que cumpra todos os requisitos para este transporte.

Como eu devo proceder para poder viajar com o meu cão-guia?

Passageiros com deficiência visual ou auditiva

Nos informe sobre sua viagem através da nossa Central de Atendimento até 24 horas antes da partida do seu voo para podermos auxilia-lo no aeroporto.

Passageiros com problemas de equilíbrio, diabetes ou epilepsia

Solicite ao seu médico que forneça uma declaração médica ou preencha, assine e carimbe o formulário MEDIF.

Envie o documento entre 10 dias até 72 horas antes da saída do seu voo para o nosso departamento de saúde aeroespacial através do e-mail medif@tam.com.br, para avaliarmos o seu estado de saúde e deixarmos tudo preparado para o momento do seu embarque.

 

Transporte cahorro de assistência emocional

Passageiros que sofrem de transtorno emocional ou mental podem viajar com o seu cachorro de assistência sempre que viajarem para os Estados Unidos e México em voos operados pela LATAM Airlines Brasil e Paraguai. Veja aqui como identificar quem opera o seu voo.

Se seu voo é operado pela LATAM Airlines Group, LATAM Airlines Chile, LATAM Airlines Argentina, LATAM Airlines Peru, LATAM Airlines Colômbia ou LATAM Airlines Equador, o serviço está disponível em todas as rotas.

Conheça as condições para viajar com um cachorro de assistência emocional

Esse serviço está sujeito às restrições sanitárias estabelecidas pelos países de destino e/ou conexões.

Seu cachorro deve estar usando coleira ou arnês no momento da viagem.

Em voos saindo do Brasil não é permitido que o cão-guia utilize focinheira, mas em todos os outros voos operados pela LATAM o uso da focinheira é obrigatório durante toda a viagem, desta maneira recomendamos que sempre que você viajar com o cão-guia leve uma focinheira.

Seu cachorro deve ter a documentação sanitária em dia.

O cachorro deve viajar aos seus pés ou debaixo do assento, sem obstruir corredores ou saídas de emergência.

Durante o voo, você deve assegurar que seu cachorro seja obediente e tenha um bom comportamento. Se o cão apresentar um comportamento agressivo, você terá a opção de transportá-lo acomodado em uma caixa especial no compartimento de carga do avião, desde que cumpra todos os requisitos para este transporte.

Como eu devo proceder para poder viajar com o meu cachorro de assistência emocional?

Solicite ao seu médico psiquiatra ou psicólogo, que forneça carta, relatório, declaração médica ou preencha, assine e carimbe o formulário MEDIF. No documento deve constar o diagnóstico clinico indicando que o animal é indispensável, assim como as informações do passageiro.

Envie o documento entre 10 dias até 72 horas antes da saída do seu voo para o nosso departamento de saúde aeroespacial através do e-mail medif@tam.com.br, para avaliarmos o seu estado de saúde e deixarmos tudo preparado para o momento do seu embarque.