LATAM Airlines Brasil inicia operação especial para Jogos Rio 2016

São mais de 100 iniciativas, com tradutores nos aeroportos, cadeira de rodas especial, guia do passageiro, 150 voos extras, check-in antecipado na Vila dos Atletas, entre outras ações

Rio de Janeiro, 1 agosto 2016 04:00 PM

A LATAM Airlines Brasil inicia oficialmente hoje (1º de agosto) nos principais aeroportos do Brasil a sua operação especial para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Ao todo, são mais de 100 ações operacionais especiais desenvolvidas para atender com eficiência os espectadores e as delegações, mantendo o mesmo nível de serviço a todos os passageiros que viajarão com a companhia nos meses de agosto e setembro.

O foco principal é garantir que a operação mantenha pontualidade e segurança durante todo evento, e com especial atenção nos finais de semana de abertura e encerramento, quando o Rio de Janeiro receberá fluxo concentrado de passageiros em dois aeroportos (Santos Dumont e Galeão).

A LATAM Airlines Brasil estima atender cerca de 25% do público que utilizará o transporte aéreo para chegar aos jogos. Do total de 4,5 mil atletas paralímpicos, estima-se que 30% também viajarão com a companhia. Ao todo, a empresa investe até R$ 20 milhões na operação, sendo R$ 15 milhões para as ações operacionais especiais e R$ 5 milhões para o atendimento de eventuais contingências.

“Este é o desafio logístico do maior evento do mundo, e estamos prontos para agilizar o atendimento dos atletas, cuidar de todos os passageiros, acomodar cargas aéreas especiais e coordenar os embarques e desembarques massivos que estarão concentrados em dias específicos e em uma única cidade”, afirma Eduardo Costa, diretor Sênior de Serviços e Inovação da LATAM Airlines Brasil.

Veja a seguir onde se concentram as principais ações especiais da LATAM Airlines Brasil.

  • Central Especial de Controle: uma mesa especial de operações da companhia totalmente dedicada aos jogos começou a funcionar às 4h da manhã de hoje (1º de agosto). Essa central funciona 24 horas por dia durante todo o evento, com uma equipe multidisciplinar da empresa. A equipe de plantão coordena de forma integrada as contingências, com o objetivo de mitigar impactos e criar soluções com agilidade para o passageiro dos jogos.​
  • Cuidados paralímpícos: para atender o fluxo concentrado de passageiros com deficiência, foram adaptadas de forma temporária algumas regras e procedimentos a bordo e nos aeroportos. A LATAM Airlines Brasil também providenciou plataformas elevatórias e equipamentos de proteção para as cadeiras de rodas pessoais dos passageiros. Adicionalmente, desenvolveu junto a uma fabricante brasileira um modelo próprio de cadeira de embarque e desembarque. Todas estas 48 cadeiras de rodas desenvolvidas exclusivamente para acessar os corredores de qualquer aeronave da LATAM já foram entregues e estão alocadas nos movimentados aeroportos de São Paulo (Congonhas e Guarulhos), Brasília e Rio de Janeiro (Santos Dumont e Galeão).
  • Para embarcar, o passageiro cadeirante vai percorrer com a sua própria cadeira de rodas o finger que acessa a aeronave. Na porta esquerda do avião, ele será transferido para uma das cadeiras de rodas para embarque da LATAM Airlines Brasil, para acessar o corredor da aeronave e ser acomodado em seu assento.
  • Simultaneamente, a cadeira de rodas pessoal do passageiro será desembarcada via plataforma elevatória pela porta direita da aeronave, para ser acomodada com agilidade no porão do mesmo avião em embalagem protetora especial e com cintos reutilizáveis para garantir fixação segura.
  • Agilidade para atletas: até 15% das delegações podem embarcar e desembarcar com a LATAM Airlines Brasil no Rio de Janeiro durante os jogos. Na Vila Olímpica e Paralímpica, esse público tem à sua disposição o check-in antecipado e o despacho de bagagens com identificação especial para os itens. São beneficiados com esta medida até 995 integrantes da delegação brasileira, por exemplo.
  • Cuidado e assistência nos aeroportos: um Guia do Passageiro LATAM em três idiomas (português, espanhol e inglês) oferece orientações para facilitar e simplificar as viagens dos clientes. O guia já está disponível aqui. Também será distribuído aos clientes da LATAM Travel e nos principais aeroportos do Brasil. Os clientes estrangeiros também contam com tradutores para os idiomas inglês e espanhol no Rio de Janeiro (Santos Dumont e Galeão), em Brasília e em São Paulo (Congonhas e Guarulhos). Adicionalmente, está autorizado o fornecimento de um cartão de crédito individual para o cliente em casos de contingência, para custeio de alimentação e hospedagem.​
  • Malha aérea e Frota: já estão posicionadas seis aeronaves reserva nos aeroportos mais movimentados, sendo quatro Airbus A320 nos aeroportos de Brasília e de São Paulo (Congonhas e Guarulhos) e dois Boeing (um 767 e um 777) em São Paulo (Guarulhos). Ao todo, cerca de 150 voos extras domésticos da LATAM foram programados para o período dos Jogos Rio 2016 nos aeroportos Santos Dumont e no Galeão.
A preparação da LATAM Airlines Brasil para os Jogos Rio 2016

Iniciada há um ano e desenvolvida por uma equipe multidisciplinar, a preparação da companhia para a operação nos Jogos Rio 2016 contou com três exercícios próprios e outros dois em cooperação com a SAC (Secretaria de Aviação Civil) nos aeroportos de São Paulo (Congonhas e Guarulhos) e do Rio de Janeiro (Santos Dumont e Galeão).

Foram testados cenários de demanda concentrada, processos de transferência e logística específica dos itens de mobilidade. Serviram como melhores práticas as referências de outros grupos e operadores aeroportuários que já atenderam o público em edições anteriores do evento.

Além disso, mais de 1 mil funcionários das áreas de aeroportos, de bagagens e de bordo foram treinados para manuseio de itens de mobilidade, operação de ambulift e de plataforma elevatória, e atendimento de passageiros com deficiência.

Em complemento, foi reforçada e ampliada a supervisão e o controle de procedimentos de segurança, intensificada a capacitação das equipes em todos os aspectos relacionados à Security. A companhia trabalha de forma coordenada e integrada com todos os órgãos do sistema de segurança aeroportuária, incluindo agentes públicos e privados das áreas operacionais e de inteligência no Brasil e no exterior. A empresa também participou de fóruns específicos para o planejamento preventivo de suas operações.