Saiba quais países exigem o certificado de vacinação de febre amarela

São Paulo, 21 fevereiro 2017 08:30 AM

O Brasil apresenta áreas de risco para febre amarela, principalmente nos estados da Bahia, do Espírito Santo, de Minas Gerais e de São Paulo. Por isso, os clientes devem ficar atentos às exigências de vacinação contra essa doença em determinados destinos. África do Sul, Austrália, Bahamas, Bolívia, China, Cingapura, Colômbia, Índia, Jamaica e Paraguai são localidades que já exigiam o comprovante dessa vacina dos brasileiros. Já na Argentina, no Equador e no Peru, a vacina contra febre amarela é recomendada.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde 6 de fevereiro, Cuba, Nicarágua, Panamá e Venezuela passaram a exigir o certificado de vacinação contra a febre amarela aos visitantes com origem no Brasil (com exceção de passageiros em escala ou conexão nesses países).

Vacina

A vacina está disponível em postos de saúde. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma única dose é suficiente para a imunização, devendo ser feita, pelo menos, dez dias antes do embarque. A vacina deve ser registrada no Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) ou carteira de vacinação internacional.

Para mais informações sobre as localidades que recomendam ou exigem a vacina de febre amarela, acesse o site: http://viajante.anvisa.gov.br/viajante/paf_web_frmRoteiroViagem.asp