Certificado Internacional de Vacinação contra febre amarela será solicitado para voar entre o Brasil e o Paraguai a partir de 1º de fevereiro

Assunção, Paraguai, 1 fevereiro 2018 00:00 PM

A partir de 1º de fevereiro de 2018, todos os passageiros que partem dos estados da Bahia, Rio de Janeiro, Espírito Santo ou São Paulo com destino ao Paraguai deverão apresentar no aeroporto um Certificado Internacional de Vacinação (CIVP) contra febre amarela.

A nova exigência foi estabelecida por um decreto do Ministério da Saúde do Paraguai no dia 30 de janeiro de 2018.

Para obter o Certificado, o passageiro deve tomar a vacina pelo menos 10 dias antes da viagem em um centro autorizado. Para mais informações sobre a vacinação, a LATAM recomenda aos passageiros que consultem as autoridades sanitárias de seus respectivos países.

A LATAM está oferecendo as seguintes possibilidades para os passageiros que possam vir a ser afetados.

Mudanças e devoluções
Passageiros que tenham voos entre o Brasil e o Paraguai (como destino final) entre os dias 1 e 28 de fevereiro de 2018 poderão escolher uma das seguintes opções, entrando em contato com a

Central de Vendas, Fidelidade e Serviços pelos telefones 4002-5700 (capitais) ou 0300-570- 5700 (todo o Brasil), pelo site LATAM.com ou em uma das lojas da companhia.

Mudança de data/voo (mesma origem-destino):
Alterar a data/voo sem a cobrança de multas ou diferenças tarifárias para voar até 15 dias após a data do voo original, sujeito a disponibilidade. Para alterações além dos 15 dias, os passageiros estão sujeitos a diferenças tarifárias e vigência do bilhete.

Mudança de destino:
Alterar o destino sem a cobrança de multas, sujeito a diferenças tarifária e vigência do bilhete.

Devolução:
Devoluções estão sujeitas às condições tarifárias.

A LATAM reitera seu compromisso com os mais altos padrões de segurança e qualidade de serviço.