passeios para conferir vida selvagem sem sair de Joanesburgo

Conferir a fauna sul-africana sem sair da metrópole é possível, sim! Na lista, cinco passeios para sentir-se um aventureiro em um safári

images

Zoológico de Joanesburgo

Jan Smuts Ave/Upper Park Dr, 2.193

Na década de 1960, esse zoo destacou-se por substituir jaulas por grandes terrenos e, desde então, evoluiu como centro preservação animal. Ao todo, são mais de 2 mil indivíduos divididos em 326 espécies, incluindo o rinoceronte-branco, o grou de Wattled e o próprio leão-branco, três tipos em extinção.

images

Johannesburg Botanical Gardens

Olifants Road, 2.194

As atrações do Jardim Botânico de Jo’Burg incluem herbários, bibliotecas e até um terraço com milhares de rosas. Mas para fãs de animais, o destino é o lago oeste do parque, área onde fica a Ilha dos Pássaros. Ali, aves domésticas convivem com patos e gansos, e é possível até alimentar os bichos.
 

images

Montecasino Bird Park

1 Montecasino Blvd, 2.055

Aqui, as grandes estrelas são as aves: araras e papagaios têm uma galeria própria, assim como o calau-da-terra-do-sul, que ganhou todo um centro dedicado à sua conservação. Outras atrações incluem um show diário de voo livre e um restaurante com vista para um lago de flamingos.
 

images

Croc City Crocodile and Reptile Park

Cedar Road/R114 Nietgedacht 535, Fourways, 2.055

Já pensou em sentir o andar de uma tarântula em seu braço? E que tal a textura de um crocodilo? Neste parque, répteis e insetos são como animais de estimação, e é possível até acariciá-los. Tipos venenosos como a mamba-negra também são vistos por lá – mas sem tocar, ok?!
 

images

Hunyani Snake City

17 Voortrekker Ave, Edenvale

Conhecido como a “Cidade das Cobras”, este centro educacional em Edenvale funciona como como criadouro para cascavéis, pítons, mambas e anacondas. Além de aprender sobre hábitos de cada espécie, visitantes mais ousados são convidados a interagir com os bichos. Vai encarar?