lojas de moda africana para visitar em Joanesburgo

A cool hunter brasileira Magá Moura indica lojas para conhecer o melhor da moda sul-africana

'Pelas ruas de Jozi, como é chamada a maior cidade da África do Sul , se as pessoas não estão vestidas com peças de alguma marca local, produzem as próprias roupas. O resultado é um visual étnico moderno singular. Na região central, multimarcas vendem itens de designers iniciantes e também de grifes com sede na Cidade do Cabo. Dá para mergulhar nas tendências de moda africanas. Visitei três lojas legais que revelam um pouco da estética de lá e rendem ótimas compras.'

images

DIPSTREET

'A loja vai além das estampas étnicas e agrada aos fãs de streetwear  com marcas locais. Destaque para a sul-africana SSS, que utiliza o bairro de Soweto, símbolo da resistência contra o apartheid, como fonte de inspiração. A visita também vale pelo passeio na região de Braamfontein, a mais descolada da cidade, repleta de bares e restaurantes legais.'

images

Deer Design

'A multimarca vende de itens de decoração até bolsas e gravatas. Uma das grifes mais bacanas é a Pichulik, de Katherine-Mary, famosa pelas joias com referência à África e por combinar materiais nobres, como ouro e pérolas, com miçangas e linhas. Aproveite para dar uma volta pelo belo bairro arborizado e mais residencial de Rosebank.'

images

Maxhosa by Laduma

'Criada por Laduma Ngxokolo, produz peças de alta qualidade inspiradas nas tradições do grupo étnico sul-africano xhosa. O forte são as incríveis malhas coloridas. Considerada uma grife de luxo, tem peças à venda em Nova York, Tóquio, Londres e Cidade do Cabo. Em Joanesburgo, o belo showroom fica em uma galeria comercial na região central, endereço de outras lojas de produtos étnicos.'

images

Pela cidade

Um passeio por Joanesburgo pode incluir paradas em pontos históricos, como o Apartheid Museum, que reconta a história do regime que vigorou no país de 1948 a 1994, e a Mandela House, em Soweto, onde  Nelson Mandela viveu.